Crescimento por meio da automação em Noronha Pescados

IMG 1629

A Noronha Pescados atua no ramo de pesca há mais de 50 anos. Localizada na costa pitoresca de Pernambuco, no Brasil, a empresa vende pescado de água doce e salgada de alta qualidade para os mercados de produtos congelado e fresco. Em sua mais recente aquisição, foi instalado uma porcionadora I-Cut 11 da Marel para atender à crescente demanda de produtos da empresa. Isso lhe permitiu produzir volumes mais altos de porções de peso fixo com o mínimo de sobrepeso.

Origens humildes

Quando o imigrante Wilhelm Blanke chegou em Pernambuco, no Brasil, ele ficou impressionado com todas as possibilidades de pesca em sua nova terra natal e logo se tornou um pescador apaixonado. Seu filho, Guilherme Blanke, mais tarde transformou o passatempo de seu pai em um negócio e continua na direção da empresa até hoje.

Blanke e seu pai começaram com oito barcos de pesca e por muitos anos venderam suas capturas para atacadistas locais para processamento. Na década de 70 começaram a processar seu próprio pescado, a fim de expandir seus negócios, fornecendo para empresas de serviços de alimentação, hotéis, hospitais e supermercados. Então, para aumentar ainda mais sua capacidade e atender a uma demanda crescente contínua, em 0000 expandiram e construíram uma nova instalação.

Atualmente, a Noronha Pescados está sediada em Recife e emprega cerca de 200 pessoas. Mais de 3.000 varejistas distribuem seus produtos.

Matérias-primas de quelidade

O salmão tornou-se uma parte substancial da produção da Noronha Pescados, cerca de 10 toneladas por dia, mas no total a empresa processa mais de 20 toneladas diárias de diversas espécies de pescados de água salgada e doce, moluscos, crustáceos e espécies do Amazonas.

As capturas de alto valor como o atum e a lagosta são exportadas para a Europa e os Estados Unidos, enquanto 90% dos produtos da Noronha Pescados são destinados ao mercado interno do Brasil. A diversidade de capturas permite que a empresa atenda a uma ampla variedade de necessidades dos consumidores sob a marca Noronha.

"Nossos clientes conhecem a qualidade quando a veem", diz Guilherme Blanke, Diretor Executivo da Noronha Pescados.

“Quando eles compram nossos produtos, podem ter certeza de que estão obtendo a mais alta qualidade disponível no mercado. Há uma razão pela qual estamos no mercado há 50 anos!”

IMG 1637

Atendo novas demandas

Como muitos processadores na área, a Noronha Pescados tinha uma longa história de processamento manual. Porém, à medida que a produção aumentou, se tornou mais difícil porcionar à mão produtos em peso fixo com precisão e rapidez suficiente para atender às demandas do setor de varejo.

A empresa já estava operando com equipamentos Marel, incluindo um Target Batcher e uma linha de corte, e buscou por soluções de corte de porções na feira Seafood Expo de 2017, em Bruxelas. Eles visitaram duas fábricas de clientes da Marel na Inglaterra e na Escócia para ver a máquina de perto em um ambiente de fábrica, e o que viram confirmou que a I-Cut 11 era o equipamento certo para ajudar a impulsionar suas operações no futuro.

Transformando os negócios

Blanke diz que o equipamento da Marel transformou suas instalações. "O equipamento atende à nossa demanda com muita precisão", ele explicou. “A máquina automatiza os processos de pesagem e porcionamento e alcança porções precisas de peso fixo; um resultado que você simplesmente não consegue alcançar com o corte manual”.

O tamanho reduzido da I-Cut 11 e a interrupção mínima da integração em sua linha de processamento garantiu uma transição muito suave.

Hoje, a I-Cut 11 da Marel está ajudando a Noronha Pescados a atender às novas demandas do mercado de varejo. Os consumidores brasileiros estão optando por comer mais pescado como uma alternativa saudável, mas ainda sim preferem não comprar uma peça inteira – querem a conveniência de porções prontas para cozinhar e não querem desperdiçar as partes que não gostariam de usar.

"Agora podemos atender indústrias que exigem porções exatas de peso fixo", diz Blanke.

Para nós, a precisão da Porcionadora I-Cut 11 da Marel transformou nossos negócios e está nos ajudando a atender às crescentes demandas do varejo.

Guilherme Blanke
CEO Noronha Pescados

Crescimento futoro por meio da automção

A Noronha Pescados está sempre à procura de inovações para aprimorar seu processamento. Como a I-Cut 11 pode se integrar perfeitamente a outros equipamentos Marel, a Noronha Pescados também está bem preparada para o crescimento futuro.

"Existe uma parceria real entre a Marel e a Noronha Pescados", diz Blanke. “À medida que expandimos nossas operações, nosso foco será automatizar mais dos nossos processos. Para fazer isso, eu sei que podemos confiar na Marel”.

Porcionamento rápido, peciso e automático

A Marel tem sido uma líder inovadora em porcionadoras há mais de 20 anos, com mais de 2.200 máquinas instaladas em todo o mundo. Oferecemos uma ampla gama de equipamentos de porcionamento para que os processadores possam acompanhar as demandas em constante evolução de seus clientes.

As porcionadoras da Marel são fáceis de integrar nas linhas existentes e funcionam bem com outras máquinas, incluindo a SpeedSort e a StripCutter.

Combinados com o nosso software Innova para otimizar as operações e automatizar a produção, as porcionadoras da Marel executam porções de peso fixo ou espessura fixa altamente precisos e confiáveis para pescado branco ou salmão. Elas aumentam os lucros, oferecendo altos rendimentos com o mínimo de sobrepeso.



Entre em contato

A nossa equipe dedicada está aqui para ajudar e responder a todas as dúvidas que você tiver. Preencha o formulário e entraremos em contato com você assim que possível. Estamos ansiosos pelo seu contato.