Como lidar com subprodutos e desperdício?

Manuseio eficiente de penas e desperdício da sala de evisceração

Soft Offal Screen 4

Este talvez não seja o assunto mais popular no processamento avícola, mas o manuseio eficiente e confiável de subprodutos e vísceras nas produtividades mais altas de hoje é uma parte crítica do processo primário. A Marel melhora quase continuamente o manuseio de penas e desperdício da sala de evisceração.

A Marel sempre optou por imergir as penas na água, pressionando-as para secar e depois devolvendo a água à calha de penas para reutilização. Este método provou-se ambientalmente amigável e sustentável por muitas décadas, pois as águas residuais do processo são reutilizadas para transportar as penas para a bomba.

A Marel realizou três melhorias no sistema, tornando-o ainda mais robusto, eficiente e confiável. O poço de penas foi aumentado em 300 mm para promover a melhor mistura de penas e água, garantindo um fluxo contínuo da mistura correta para a bomba de penas.

Dividindo as penas

Um bomba de recirculação reserva foi adicionada para plantas de maiores volumes. Caso haja um problemas com a bomba original, a unidade reserva pode ser ativada acionando-se um interruptor. Qualquer tempo de inatividade é, portanto, mínimo.

Nas plantas de processamento aonde dois contentores de penas secas podem ser acomodados ao mesmo tempo, a divisão equânime entre os dois contentores pode ser problemática, necessitando da intervenção de um operador. As melhorias no design do sistema garantirão que o enchimento dos contentores será realizado de forma mais equânime, possibilitando o melhor uso possível do espaço disponível.

Feather Press

Restos de evisceração

Os resíduos da sala de evisceração consistem em todos os órgãos internos e restos impróprios para consumo humano. Os intestinos e a vesícula biliar removidos pela máquina PGI Marel e retirados pelo sistema de transporte a vácuo integral da PGI são responsáveis pela maior parte disso. Além disso, papos, tecido glandular e a pele externa da moela retirada em um sistema automático de processamento de moela também precisam ser tratados. Como é o caso do PGI, os pulmões residuais e outros detritos da cavidade removidos na máquina de inspeção final FIM são removidos por vácuo.

Tela de vísceras moles

A Marel introduziu agora uma tela de vísceras moles, instalada em um poço na calha final do departamento de evisceração. Ela substitui as telas individuais em máquinas da linha de evisceração, como a máquina de limpeza interna de pescoços NIC. A nova tela não apenas captura todos os sólidos de todas as máquinas, mas também quaisquer sólidos na água de lavagem. Na situação antiga, as calhas eram frequentemente cobertas por grades para evitar que isso acontecesse. As vantagens na utilização da nova tela são economia no consumo de água e pontos de conexão de vácuo. A tela também reduz a turbulência, resultando em menos danos aos resíduos sólidos e menor contaminação da água utilizada para transportá-los.

Conexão de vácuo simples

A nova tela de vísceras moles manuseará os resíduos da sala de evisceração até 15.000 aph e pode ser usada como backup para o sistema de vácuo no PGI. Em plantas de maior volume, os sólidos serão transportados por vácuo com apenas uma única conexão ao sistema de transporte a vácuo. Anteriormente, cada máquina equipada com tela tinha sua própria conexão com o sistema. A nova tela economiza tubulação de transporte a vácuo e simplifica o próprio sistema. Um benefício adicional é que o risco de sólidos menores que 5 mm irem parar no esgoto é menor.

Soft Offal Screen 2

A nova tela de vísceras moles precisa apenas de uma única conexão com o sistema de transporte a vácuo para remover os sólidos.

Menos água contaminada

Em plantas que manuseiam até 6.000 aph, a nova tela pode substituir a combinação de bomba de vísceras e tela rotativa. Isto possui diversas vantagens. As telas rotativas precisam de uma alimentação contínua de água e os bloqueios são uma experiência comum. As bombas de vísceras também danificam os resíduos, elevando os níveis de DBO*.

A nova tela removerá todas as partículas maiores que 5 mm e as manuseará com mais cuidado. Isso significa que a água fica menos contaminada, reduzindo o trabalho da estação de tratamento de água. Isso melhora o retorno sobre tais sistemas. Os sólidos seguem para contentores, como caixas-palete, e são removidos do departamento de evisceração.

Não há tempo a perder com desperdício

As melhorias no manuseio de penas e resíduos da sala de evisceração tornam esses sistemas cada vez mais robustos e confiáveis. As plantas atuais de maior produtividade operam a 15.000 aph praticamente 24 horas por dia e, mesmo fora dos horários de produção, elas não têm tempo livre para lidar com as vísceras. O tempo de inatividade devido à incapacidade de retirar resíduos do processo idealmente não deve acontecer. Soluções rápidas devem estar disponíveis nas raras ocasiões em que isso acontece. Com suas melhorias mais recentes, a Marel abordou essa questão vital.

* Demanda Biológica de Oxigênio, a quantidade de oxigênio necessária para remover a matéria orgânica residual da água no processo de decomposição por bactérias aeróbicas.


Notícia


Entre em contato

A nossa equipe dedicada está aqui para ajudar e responder a todas as dúvidas que você tiver. Preencha o formulário e entraremos em contato com você assim que possível. Estamos ansiosos pelo seu contato.