Uso sustentável de água na indústria avícola

mazzraty-aerial-photo-irrigation.jpg

A sustentabilidade é um assunto amplamente discutido atualmente. A indústria avícola tem realizado muitos esforços para lidar com este tema e apresentado várias soluções relativas à economia de energia, pegada de CO2, segurança alimentar, rastreabilidade e uso da água. A Marel Poultry oferece soluções práticas sólidas especialmente desenvolvidas para o uso responsável da água.

Um exemplo claro disso é a planta de processamento de aves Mazzraty, no Catar, equipada com um sistema de gestão de água bem pensado. A instalação foi projetada para não desperdiçar ou deixar material residual de antes, durante ou após o processamento. A Mazzraty se beneficia desse ciclo ao reutilizar as águas residuais limpas da fábrica como água de irrigação para o terreno.

A carne de frango é realmente a proteína do futuro, já que suas emissões de CO2 são naturalmente baixas. Outra razão é que a produção de frango requer muito menos recursos, como fertilizantes e uso da terra.

Sem desperdício de água

Outros dados também fornecem evidências de que a carne de frango é uma fonte de proteína sustentável. Um estudo da Fundação Bill e Melinda Gates confirmou que os frangos também são muito mais eficientes em termos de consumo de água. Utilizando 2.000 litros de água para produzir 1 quilo de carne, a produção de frangos usa uma quantidade razoavelmente modesta de água. Apenas como comparação, 1 quilo de chocolate precisa de 17 mil litros de água. No entanto, "uso de água" não significa que essa água seja "perdida". Opções de reciclagem estão disponíveis para tratar a água e torná-la adequada para um uso renovado. A indústria avícola elaborou soluções para isso.

Mazzraty e Marel

A instalação avícola Mazzraty está localizada em um deserto, onde nada cresce. No entanto, não é tão longe do Golfo Pérsico, então Mazzraty é capaz de obter água de lá para a planta. É um projeto caro, incluindo um processo de dessalinização (para separar o sal marinho), no qual o governo também investiu pesadamente.

Tendo assegurado o abastecimento de água desta forma, a planta possui muita água disponível. No entanto, a Mazzraty percebe quão preciosa é a água no deserto. Ao mesmo tempo, a empresa está preocupada com o impacto de suas atividades no meio-ambiente. Por essa razão, prestou-se muita atenção ao tratamento das águas residuais da planta. Para isso, a Mazzraty solicitou a ajuda da Marel Water Treatment. "Os principais desafios que nossos clientes estão enfrentando incluem problemas com o abastecimento de água, uso de energia, aumento dos custos operacionais e aumento das concentrações de poluentes", diz Maarten ter Woerds, Gerente de Unidade de Negócios da Marel.

Coleta

Tudo começa na própria planta de processamento. A água utilizada nos departamentos de processamento, como depenagem, evisceração e resfriamento, é cuidadosamente capturada em calhas e direcionada para a instalação de tratamento de água. A água utilizada para transporte ou limpeza, como transporte de miúdos, lavagem de caixas e de carcaças, limpeza de máquinas e de salas, também é coletada e drenada para as instalações de tratamento de água.

Pré-tratamento físico

O sistema de tratamento de água da Mazzraty é um bom exemplo de como são as instalações modernas de tratamento de água atualmente. Toda a água residual é coletada no poço da bomba, que é a fonte da Marel Water Treatment para iniciar a purificação de água BioArt. Primeiro, ocorre o pré-tratamento físico. A água bombeada passa pela Tela Estática, uma peneira de tambor de tela fina que coleta todas as partes grosseiras maiores que 1 mm e as descarrega. Então, em uma unidade de Flotação por Ar Dissolvido DaFinci®, o ar é injetado pelo fundo, de modo que as "microbolhas" na água poluída captam todo o material adiposo a caminho da superfície. Esta poluição agora flutua na superfície, onde será automaticamente raspada e descarregada. Até agora, o processo é simples e já retira metade da poluição.

Processo biológico

A outra metade, no entanto, é mais difícil de eliminar. È necessário um processo biológico para remover a poluição dissolvida; as bactérias precisam auxiliar. Primeiro, a água residual entra na bacia seletora, onde, de dois tipos de bactérias, o melhor tipo de floculação é estimulado para superar o outro (bactérias filamentosas, que provocam muita espuma e não se ajustam bem).

Em seguida, a água flui para a próxima bacia. Nesta bacia muito grande com aeração de superfície, o princípio BioArt separa o lodo da água limpa.

Aeração

Durante o tempo de produção da planta de processamento, a bacia de aeração continua a coletar água residual até que a produção pare. O aerador no meio da bacia é um dispositivo flutuante, que pode subir e descer com o nível da água; tal nível sobe durante a produção da fábrica e baixa durante o processo de purificação. O aerador adiciona oxigênio à água para estimular as bactérias que digestoras de efluentes, que também são alimentadas com nutrientes adequados, na verdade, as águas residuais da fábrica. O processo biológico começará a decompor a poluição e convertê-la em lodo biológico e água purificada. Uma vez digerido, o lodo acumula-se no fundo da bacia e a água purificada é drenada do topo e transportada para a bacia de água limpa.

O lodo restante no fundo pode ser engrossado e desidratado para torná-lo mais compacto. Depois disso, a Mazzraty pode descartá-lo.  

Este processo de separação leva algumas horas e, em seguida, a bacia está pronta para coletar as águas residuais do próximo turno, no dia seguinte, tornando-se um processo descontínuo.

Irrigação

Nos arredores da planta de processamento avícola, há quatro grandes círculos verdes no meio da planície de areia que chamam a atenção. São terras irrigadas, fertilizadas com a ajuda da água utilizada pela Mazzraty. Além de utilizada para lavagem de caminhões, a água purificada é excelente para a irrigação da terra, que, caso contrário, seria seca. A Mazzraty utiliza quatro sistemas de pivô central com essa água reciclada para irrigar quatro seções delimitadas (cada uma com 800x800 metros, 125 acres). A Mazzraty planta principalmente grama, que podem usar em suas fábricas de ração.

Reduzindo as emissões de CO2, reutilizando águas residuais, irrigando e produzindo ração para frangos, a Mazzraty exibe uma das formas mais sustentáveis de trabalhar na indústria avícola.
 

Tratamento de águas


Entre em contato

Nossa equipe está aqui para ajudar e responder a quaisquer dúvidas que possa ter.

Ficaremos felizes em ouvir seus comentários e faremos o nosso melhor para retornar a você o mais breve possível.