Solução

Tratamento anaeróbio

Para águas residuais concentradas

  • Processos projetados especificamente para a indústria alimentícia
  • Atendendo os requisitos para efluentes
  • Fonte para recuperação de energia

Informação

Os sistemas de tratamento biológico anaeróbio são ideais para fluxos de águas residuais altamente contaminadas com pouca ou nenhuma gordura livre. Como resultado, muitos sistemas são fornecidos para a indústria têxtil, açucareira, de processamento de batatas e de bebidas. Nesse processo, carboidratos, gorduras e proteínas dissolvidas e suspensas são convertidas em CO2 e metano. Este (bio) gás pode ser usado como combustível, entre outros, em caldeiras e motores bicombustíveis para gerar eletricidade.

Essa conversão de água residual industrial em biocombustível torna o tratamento anaeróbio um processo economicamente muito atraente. Além da produção de biocombustível, o tratamento anaeróbio é interessante devido ao baixo consumo de energia (sem aeração) e menor disposição de lodo (custos).

Na indústria alimentícia, dois tipos de tratamento anaeróbio são mais comuns: Um reator de Manta Anaeróbica de Fluxo Ascendente (UASB) VoltaFlow ou um reator de Tanque Perfeitamente Agitado VoltaMix (CSTR).

O Tratamento de Águas Marel oferece diferentes processos anaeróbios especialmente projetados para a indústria de processamento de alimentos:

  • VoltaFlow UASB (Manta Anaeróbica de Fluxo Ascendente)
    Do tanque de hidrólise, a água residual é alimentada no reator UASB por meio de um engenhoso sistema de tubos de alimentação. No UASB, a água residual sobe através de um leito expandido de lodo metanogênico ativo anaeróbio, a chamada manta de lodo. Um separador trifásico no topo do reator separa a água tratada do biogás e do lodo. Esta unidade de separação com design exclusivo, em combinação com um separador de placa laminar de fluxo cruzado, é essencial para o desempenho do sistema.

  • VoltaFlot CSTR (Reator de Tanque Perfeitamente Agitado)
    A tecnologia CSTR é o equivalente anaeróbico de um sistema convencional de digestão de lodo ativado. Este digestor mesofílico completamente misturado (temperaturas entre 35 e 40 °C) é utilizado para efluentes de alta resistência, com DQO ou SST muito altos. Uma boa mistura garante que o afluente esteja em contato constante com a biomassa para transferência de massa ideal e conversão de DQO em biogás. Para o tratamento de águas residuais, um VoltaMix é combinado com uma etapa posterior de Flotação de Biogás Dissolvido (FBD)/separação de FOG. A adição de um FBD produz maiores eficiências de remoção e maximização da produção de biogás. O tratamento físico prévio, remoção de SS/FOG levando à produção de lodo, pode ser omitido, o que permite converter toda a carga orgânica em biogás rico em energia. Essa combinação é conhecida como VoltaFlot.

Serviço

A Marel oferece uma gama de soluções de serviço para os clientes prevenirem falhas, maximizarem o desempenho ou o serviço reativo em caso de avarias inesperadas.

A Marel possui escritórios em 30 países em todas as regiões e uma rede global de profissionais altamente qualificados que fornecem suporte de serviço remoto e local. Fornecemos peças sobressalentes de qualidade e contratos de serviço personalizados para nossos clientes de forma a garantir o desempenho ideal dos equipamentos Marel.



Entre em contato

A nossa equipe dedicada está aqui para ajudar e responder a todas as dúvidas que você tiver.

Estamos ansiosos pelo seu contato e faremos o nosso melhor para responder à sua solicitação o mais rápido possível.