Observando de perto os sistemas de transporte aéreo

ATC – Controle Automático de Tensão

ATC Chilling

Transportadoras suspensas longas, necessárias para acomodar o número crescente de processos automáticos em linha, são uma característica importante das plantas de processamento avícola de alta produtividade atuais. Particularmente os túneis de resfriamento são conhecidos por suas longas linhas. O comprimento total de uma transportadora suspensa em uma planta de processamento avícola pode facilmente exceder 10 quilômetros. Como manter o controle deles e como evitar tempo de inatividade oneroso em caso de falha? O sistema de Controle Ativo de Tensão (ATC) da Marel é a resposta.

Os sistemas de acionamento da transportadora suspensa são talvez o mais crítico dos pontos de controle críticos em uma planta de processamento de aves de alta produtividade com vários turnos. A falha de qualquer sistema de transporta suspensa sempre resultará em perda de produção.
A capacidade de acionar longas linhas de resfriamento a ar com 100% de confiabilidade foi o principal motivador do desenvolvimento do sistema Controle Ativo de Tensão (ATC) Marel há alguns anos. Hoje, essa tecnologia é mais relevante do que nunca.

Medição da tensão da corrente

O sistema ATC divide cada linha de processamento em seções menores, cada uma com seu próprio acionamento controlado por frequência e dispositivo para medir a tensão da corrente. Uma unidade de acionamento mestre determina a velocidade da linha e um tensor mestre o nível de tensão na corrente. O software do sistema monitora continuamente a tensão da corrente em cada seção, usando informações de feedback do dispositivo de medição para garantir uma tensão uniforme em toda a linha de processamento. E se um dispositivo de medição detectar que a tensão em uma seção específica se desvia do nível definido no tensor mestre? Nesse caso, o software ajusta a velocidade do acionamento controlado por frequência da seção, para retornar a tensão da seção ao nível predefinido.

ATC Motor Drive

Motor do sistema da transportadora suspensa

Evitando danos

Uma tarefa importante do ATC é parar uma transportadora suspensa imediatamente, caso ele detecte qualquer aumento de resistência causado, por exemplo, por um travamento de gancho. As linhas transportadoras convencionais sem ATC sempre tentarão continuar funcionando, independentemente do erro ou defeito que tenha ocorrido. A parada automática do ATC é, portanto, um recurso inestimável, que evita qualquer dano adicional aos ganchos ou, mais importante, ao equipamento automático conectado à linha transportadora. Graças à intervenção inteligente do ATC, as paradas de linha serão mais curtas e qualquer trabalho de reparo necessário será menor e mais rápido.

Células de carga e dancers

A Marel oferece duas versões de seu sistema ATC: Force e Displacement; a diferença é a maneira como cada seção mede a tensão da corrente. O ATC Force, utilizado principalmente em linhas de depenagem e evisceração automática, possui células de carga instaladas em uma roda de canto de 90° ou 180°, enquanto o ATC Displacement, utilizado principalmente em linhas de resfriamento a ar longas, possui “dancers”. Simplificando, um “dancer” é uma roda de canto de 180°, que pode se mover para frente e para trás em sua estrutura.

Sincronização da contagem de ganchos

Nos sistemas de processamento atuais de capacidades maiores, os rependuradores LineLink de última geração transferem automaticamente o produto da linha de depenagem para a linha de evisceração. O rependurador TR-DE, recomendado para produtividades horárias mais baixas, requer que a linha de evisceração funcione um pouco mais rápido do que a linha de evisceração. Com o LineLink, no entanto, ambas as linhas precisam funcionar exatamente na mesma velocidade, expressa em ganchos por minuto. Estiramentos diferentes da corrente nos dois sistemas de transporte apresenta um problema potencial, pois a velocidade linear das duas linhas terá que ser diferente para atingir a mesma contagem de ganchos por minuto.

Isso era de se esperar, já que as linhas possuem forças diferentes atuando sobre elas, o que afeta a vida útil da corrente. Também é improvável que as correntes das duas linhas tenham sido substituídas ao mesmo tempo. O ATC supera esse problema eletronicamente ajustando a velocidade das unidades de acionamento nas duas linhas para fornecer a mesma contagem de ganchos por minuto em ambas as linhas.

Linelink EC2

Com o LineLink, as forças da linha são sincronizadas eletronicamente pelo sistema de ATC. O ATC compensa automaticamente o alongamento diferenciado da corrente nas duas linhas.

Vários quilômetros de comprimento

Nas plantas de processamento de maior capacidade, uma linha de maturação por resfriamento a ar combinada pode ter quase 7 km de comprimento, acionada por um grande número de unidades. O ATC une essas unidades em um único sistema, garantindo que a corrente em cada seção esteja exatamente sob o mesmo grau de tensão. Em um túnel de maturação por resfriamento, isso é particularmente importante, pois o carregamento do produto em diferentes partes da linha pode ser radicalmente diferente.

Outra característica do ATC em uma longa linha de maturação por resfriamento é que, se um acionamento falhar, seu vizinho mais próximo pode assumir a carga de trabalho da seção. A substituição do acionamento defeituoso pode ser realizada em um momento para atender às necessidades de produção.
A tensão da corrente constantemente uniforme ao longo de uma linha de resfriamento longa traz ainda mais benefícios. A vida da corrente pode ser mais longa. Quando chega a hora de substituir, a manutenção da planta não precisa realizar o trabalho de uma só vez, mas pode optar por fazê-lo em seções gerenciáveis.

Perus e patos

O ATC também possui aplicações em linhas para perus e patos. Muitas plantas de processamento de perus combinam linhas de depenagem e evisceração. Essas linhas podem ser bastante longas, precisando de várias unidades para acioná-las. Como os perus machos podem pesar mais de 18 kg, o carregamento desigual da linha é um problema muito maior do que com os frangos.
Em plantas de processamento de patos de alta produtividade equipadas com equipamentos de evisceração automática da Marel, um único sistema de transporte aéreo compreendendo várias unidades de acionamento transporta o produto pelos departamentos de depenagem e evisceração.
Nas plantas de processamento de patos e perus, o ATC garante uma tensão uniforme da corrente, independentemente do comprimento da linha e do carregamento.
Quando utilizado em linhas de processamento de patos e perus, o ATC pode compensar a falha de uma unidade de acionamento. A unidade ao lado assume automaticamente, sem perda de produção.

Gerenciando com eficiência a operação dos sistemas de transportadoras suspensas equipados com ele, o ATC contribui substancialmente para garantir que o tempo de atividade nas plantas de maior produtividade seja o mais próximo possível de 100%.



Entre em contato

A nossa equipe dedicada está aqui para ajudar e responder a todas as dúvidas que você tiver. Preencha o formulário e entraremos em contato com você assim que possível. Estamos ansiosos pelo seu contato.